Jovem matou ex-namorada a facadas após ela pedir pensão alimentícia para filha do casal na Justiça, diz MP

  • 22/06/2024
(Foto: Reprodução)
Corpo de Carolina Stefany Latorre Rosa foi encontrado pelo irmão no dia 11 de abril. Luan Henrique Pereira de Oliveira, ex-companheiro da vítima, está preso preventimanete; mãe dele participou do assassinato. Feminicídio em Catanduva (SP) Reprodução O jovem preso por matar a ex-namorada a facadas cometeu o crime após ela ingressar com uma ação na Justiça pedindo pensão alimentícia para a filha do casal, segundo denúncia do Ministério Público. O crime foi descoberto pela polícia no dia 11 de abril em Catanduva (SP) e o suspeito foi preso no dia 16 do mesmo mês. 📲 Participe do canal do g1 Rio Preto e Araçatuba no WhatsApp A denúncia foi emitida na quinta-feira (20) pelo promotor Gilberto Ramos de Oliveira Júnior. Luan Henrique Pereira de Oliveira, de 26 anos, e a mãe dele, foram denunciados por homicídio por motivo torpe, que dificultou a defesa da vítima, meio cruel e feminicídio. Conforme o promotor, Luan ficou inconformado que Carolina Stefany Latorre Rosa pediu a pensão alimentícia para a filha do casal, de cinco anos que, agora, está sob responsabilidade da avó materna. Luan e Carolina iniciaram o namoro em 2011. Contudo, em março de 2023, eles terminaram o relacionamento e passaram a exercer a guarda compartilhada da filha. "Inconformado que Carolina ingressou com ação judicial para fixação de alimentos, Luan proferiu diversas ameaças de morte contra ela, inclusive por intermédio de terceiras pessoas, além de, por diversas vezes, aproveitando-se da chave que tinha, invadiu o imóvel e a ameaçou de morte", escreveu o promotor. Luan Henrique Pereira de Oliveira foi preso pela polícia em Catanduva (SP) Polícia Civil/Divulgação Luan está preso preventivamente. Ele nega o envolvimento no assassinato. Contudo, segundo o advogado de defesa da família da vítima, Leonardo Ribeiro, testemunhas, incluídas no processo, viram Luan na janela do apartamento de Carolina no dia do crime. No documento, o MP ainda pede a prisão preventiva da mãe dele, que, conforme a investigação, teve participação no crime. O corpo de Carolina foi encontrado pelo irmão, que acionou a Polícia Militar. Carolina Stefany Latorre Rosa foi morta pelo ex-companheiro em Catanduva (SP) Reprodução/Facebook Conforme o boletim de ocorrência, a vítima tinha ferimentos no pescoço, ombro e no braço. O carro do suspeito, o celular da mãe dele, e a chave do apartamento de Carolina que estava com Luan foram apreendidos para perícia. Um computador que estava no local também foi apreendido. Cabe à Justiça decidir se aceita ou não a denúncia para dar seguimento ao processo. Veja mais notícias da região em g1 Rio Preto e Araçatuba VÍDEOS: confira as reportagens da TV TEM

FONTE: https://g1.globo.com/sp/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/noticia/2024/06/22/jovem-matou-ex-namorada-a-facadas-apos-ela-pedir-pensao-alimenticia-para-filha-do-casal-na-justica-diz-mp.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Faça seu pedido musical

Anunciantes